Ex-vereador de Floripa é demitido 3 dias após ganhar cargo de Moisés

Edinho Lemos (PSDB) foi nomeado essa semana na última oportunidade que Carlos Moisés teve de indicar nomes ao governo. Ele ocuparia a chefia da cultura catarinense, uma das pastas mais prestigiadas do Estado, mas não foi possível.

Isso porque Daniela Reinehr que assumiu o governo exonerou ele e outras dezenas de recém nomeados.

Especula-se no meio político que Carlos teria recebido indicações de nomes ligados à alguns deputados, que por hora poderiam e podem ajudá-lo na votação do impeachment.

 

Edinho foi vereador da capital por duas vezes, foi escolhido por Gean para coordenar os trabalhos da Prefeitura no continente mas seu partido optou por apoiar Angela Amin e ele perdeu espaço.

Veja Também

Sobre o Autor

Deixe um Comentário