Metade da Ponte Hercílio Luz ficará sem iluminação até dezembro

Iluminação da ponte Hercílio Luz

Um frágil alambrado de dois metros de altura é a única proteção contra atos de vandalismo na subestação de energia responsável pela iluminação de metade da Ponte Hercílio Luz.

Localizada embaixo da obra, na parte continental, e ao lado de um improvisado caminho de terra, a estrutura foi arrombada no mês passado e, desde então, a velha senhora ficou às escuras em 50% de sua extensão.

As marcas do furto dos fios de cobre ainda podem ser vistas: os eletrodutos que protegem os cabos e fios aparecem quebrados e espalhados pelo chão.
Foi justamente nesse lugar (que não conta com nenhum efetivo de segurança) que os vândalos puxaram a maior parte das centenas de metros de fiação.
Foram cerca de 900 metros, de acordo com a polícia, que prendeu os criminosos poucos dias depois e recuperou parte do material.

Não há material de reposição
Funcionários da empresa informaram que a iluminação funcional só será restabelecida quando for concluída a iluminação decorativa, prevista para dezembro.

Isso porque é necessário refazer grande parte do serviço elétrico, como passar novamente toda a fiação pelos eletrodutos.
Também existem dois outros problemas a resolver: uma licitação emergencial para a compra do material e a dificuldade para conseguir as peças.

O secretário de Estado da Infraestrutura, Thiago Vieira, confirmou esta semana o atraso no cronograma de entrega da iluminação final, pela dificuldade, por parte das empresas fornecedoras, de reposição dos materiais furtados em setembro.
A informação foi divulgada pelo colunista Fábio Gadotti, do ND Mais.

Fonte: Floripa Centro

Veja Também

Sobre o Autor

Deixe um Comentário